Fonte Maior Fonte Padrão Fonte Menor
15 Nov 2011
Igrejas Cristãs são oficialmente extintas no Afeganistão
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Reportagens, Missões

Relatório do Departamento de Estado sobre liberdade religiosa dos EUA indica que no Afeganistão não tem mais nenhuma igreja cristã aberta para o público, como também nenhuma escola de ensino cristãos.

O Afeganistão tem visto uma redução na liberdade religiosa na última década, especialmente desde que as tropas americanas têm atuado lá. Embora a última conhecida igreja cristã foi demolida no ano passado, Todd Nettleton com Voz dos Mártires diz: “Eu acho que há um elemento de abertura que talvez não estivesse lá, particularmente durante o tempo em que o Talibã estava no controle, foi um lugar muito difícil de evangelizar, um lugar muito difícil de entrar. “

As conclusões do relatório não é surpresa. Afeganistão ocupa a terceira posição no Aberto Watch List Doors World, uma compilação dos países onde a perseguição aos cristãos é o pior.

Mais uma vez, citando opiniões negativas sociais e suspeita de atividade cristã e ocidental como as causas por trás da “segmentação de grupos cristãos e indivíduos, incluindo muçulmanos convertidos ao cristianismo”, o relatório observa que “a falta de capacidade de resposta do governo e proteção para esses grupos e indivíduos contribuiu para a deterioração da liberdade religiosa. “
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

Nettleton também diz, no entanto, que não vai mudar sua abordagem ao afegãos.“a igreja é um edifício, ou a igreja é o povo de Deus”, diz ele. “A última igreja(templo) foi destruída, contudo sabemos através de nossos contatos que a Igreja como povo de Deus no Afeganistão ainda está muito viva e bem. “

Constituição do Afeganistão declara: “A religião do Estado da República Islâmica do Afeganistão é a religião sagrada do Islã.” Seguidores de outras religiões possam exercer sua fé e os ritos religiosos “dentro dos limites das disposições da lei”. No entanto, o problema é “nenhuma lei pode ser contrária às crenças e provisões da religião sagrada do Islã”.

Devido à força da oposição, Nettleton diz que os crentes não são de forma imprudente seguir a Cristo: “Há um risco, e nós vimos relatórios no início deste ano de um cristão ser morto; vimos cristãos que haviam sido presos pelo governo afegão porque eles tinham deixado o islã e seguir outra religião “.

A coisa mais importante agora, Nettleton diz, é “orar para os cristãos afegãos terem grande sabedoria, mas também para ter ousadia em compartilhar sobre Jesus Cristo com seus familiares, com os seus amigos, com seus vizinhos.”

Fonte: Portal Melodia


14 Nov 2011
Serginho Groisman será o apresentador do Festival Promessas
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Comunicações, Reportagens

serginho groissman
O evento vai reunir os maiores nomes da música gospel
e será transmitido pela Rede Globo no dia 18 de dezembro

A produção para o Festival Promessas está a todo vapor, essa semana a Rede Globo informou que o apresentador do evento de música gospel será Serginho Groisman. O Festival será gravado no dia 10 de dezembro no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, e deve receber 200 mil pessoas.

O evento terá apenas cantores evangélicos e será transmitido no dia 18 de dezembro como um dos especiais do fim de ano. Os artistas convidados para essa festividade são:  Diante do Trono, David Sacer, Fernanda Brum, Fernandinho, Regis Danese, Damares, Ludmila Ferber, Eyshila e Pregador Luo.

De acordo com a direção da emissora o evento acontecerá entre as 14h e 22h, mas será condensado em apenas 70 minutos de duração. A escolha de fazer um programa voltado para evangélicos foi explicada dizendo que hoje a música gospel faz parte da cultura nacional e por isso, não deve ser ignorada.

Fonte: Portal Gospel Prime


26 Set 2011
Rock in Rio: ‘Por um mundo melhor? Só Jesus’
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Reportagens

Centenas de evangélicos com faixas, posicionados nos sinais de trânsito das ruas da Barra da Tijuca e Jacarepaguá, bairros da zona Oeste do Rio de Janeiro, que dão acesso ao local onde aconteceu, a primeira etapa, do Rock in Rio surpreenderam todos que passavam no local.

A cobertura on line da revista Veja divulgou: “O slogan Por um Mundo Melhor, do Rock in Rio, virou uma pergunta para um grupo de evangélicos que disputa espaço [...] com metaleiros na entrada da Cidade do Rock. Uma pergunta a que os próprios respondem. “Por um Mundo Melhor? Só Jesus”.

A mobilização foi organizada pela Assembleia de Deus de Madureira (RJ), pastoreada por Abner Ferreira, que no seu microblog do Twitter:@PrAbnerFerreira, celebrou o engajamento dos membros da igreja e a divulgação do evangelismo. “É impressionante a repercussão” disse o pastor.

O portal de notícias G1 também destacou o encontro entre os evangélicos e metaleiros que foram evangelizados nos portões do festival de rock (leia o post ).

A distribuição de folhetos doados pela Avec, também foi feita por jovens da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Os folhetos para evangelismo, distribuídos aos participante do Rock in Rio, definiam Jesus como ‘o maior guitarrista do mundo’, que ‘carregava com dificuldade uma pesada guitarra de madeira em formato de cruz até o alto de uma montanha chamada Calvário’.

‘Jesus tocou uma música para o mundo com o nome ‘Reconciliação com Deus’. Ele dedicou essa canção para mim e para você’, explicava o folheto contextualizado, com o qual os evangélicos abordaram os metaleiros na entrada do Rock in Rio.

Fonte: Portal "VerdadeGospel"


09 Ago 2011
Como a idade faz nosso cérebro florescer
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Utilidade Pública, Reportagens

Por: Marcela Buscato. Com Bruno Segadilha e Teresa Perosa
       Revista Época Online

A ciência conseguiu identificar a base neurológica da sabedoria.
A partir da meia-idade as pessoas podem até esquecer nomes,
mas tornam-se ? acredite ? mais inteligentes

A partir de um certo momento da vida, que, para a maioria de nós, começa depois do aniversário de 40 anos, a grande questão neurológica se resume a uma pergunta: aonde diabos foram parar todos os nomes que eu esqueço? No início, desaparece o nome de uma atriz famosa. Depois, some o nome dos filmes que ela fez. Mais adiante, você não consegue achar no mar de neurônios o nome do famoso marido dela, muito menos o do outro ator, manjadíssimo, com quem ela contracenou em seu trabalho mais célebre. A débâcle ocorre no almoço de domingo em que você se percebe, diante da cara divertida de seus filhos, tentando explicar: “Aquele filme, com aquela atriz australiana, casada com aquele outro ator...”.

Essa, você já sabe ? ou vai descobrir dentro de algumas décadas ?, é a parte chata de um cérebro que bateu na meia-idade. Ela vem junto com muitas piadas e uma dose elevada de ansiedade em relação ao futuro. O que você não sabe, mas vai descobrir nas próximas páginas, é que existe outro lado, inteiramente positivo, das transformações cerebrais trazidas pelo tempo. “Conforme envelhecemos, o cérebro se reorganiza e passa a agir e pensar de maneira diferente. Essa reestruturação nos torna mais inteligentes, calmos e felizes”, diz a americana Barbara Strauch, autora de O melhor cérebro da sua vida. O livro, recém-lançado no Brasil pela editora Zahar, reúne argumentos que fazem a ideia de envelhecer ? sobretudo do ponto de vista intelectual ? bem menos assustadora do que costuma ser.

Editora de saúde do jornal The New York Times, um dos mais influentes dos Estados Unidos, Barbara resolveu investigar o que estava acontecendo com seu cérebro. Aos 56 anos, estava cansada de passar pela vergonha de encontrar um conhecido, lembrar o que haviam comido na última vez em que jantaram juntos, mas não ter a mínima ideia de como se chamava o cidadão. Queria entender por que se pegava parada em frente a um armário sem saber o que tinha ido buscar. Barbara não entendia como o mesmo cérebro que lhe causava lapsos de memória tão evidentes decidira, nos últimos tempos, presenteá-la com habilidades de raciocínio igualmente surpreendentes. Ela sentia que, simplesmente, “sabia das coisas”, mas, ao mesmo tempo, se exasperava com a quantidade imensa de nomes e referências que pareciam estar sumindo na neblina da memória. Como pode ser?

A capacidade de manter informações enraizadas em nossa
mente não sofre dano algum com a passagem do tempo

Clique aqui para ler o restante da Reportagem
diretamenteno Portal da Revista Época Online

Fonte: Revista Época Online


11 Jul 2011
Qual é a diferença entre ser santo e ser legalista?
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Pastorais e Estudos

Questão:
"Como diferenciar uma pessoa legalista de alguém que deseja sinceramente melhorar como pessoa, julgando o certo e o errado?"

Responde: Rev. Antônio Carlos Costa

Há uma diferença muito grande entre preocupar-se com a lei e ser legalista. As escrituras apro- vam a preocupação - movida pelo amor - com o cumpri- mento da vontade moral de Deus; e ao mesmo tempo con- denam a obsessão neurótica - movida pelo medo - com a lei.

Então, qual é a diferença entre ser santo e ser legalista?

1. O santo se relaciona com Deus em amor, o legalista procura cumprir a lei em temor servil.

2. O santo vive em liberdade sob o espírito da lei, e não no claustro do detalhismo ético. Ele vê a moral cristã à luz do conjunto mais amplo de preceitos morais e do seu escopo principal: a glória de Deus e a felicidade humana; em vez de vê-la sob as trevas da obediência a detalhes morais, capazes de conduzi-lo à negligência do propósito essencial da norma ética.

3. O santo submete sua vida ao que as Escrituras revelam, o legalista procura impressionar a Deus com tolices criadas pelo homem. Para o santo, boa obra é apenas aquela que é praticada em amor e sujeição a preceito ético claramente revelado.

4. O santo sabe que entrará no reino dos céus pelo sacrifício de um outro que foi espancado e morto em seu lugar, o legalista não consegue entender uma relação com Deus que não seja baseada em performance.

5. O santo cai e se levanta, confiando mais na misericórdia de Deus do que na sua inocência, o legalista só se perdoa depois de haver expiado pessoalmente a sua culpa.

6. O santo se relaciona com Deus através de Cristo, o legalista se relaciona com Deus através da lei.

7. O santo ficou viúvo da lei e casou com Cristo, o legalista mantém o matrimônio com a senhora lei.

8. O santo é cara de pau. Participa da festa do amor do Pai como se nada tivesse acontecido. O legalista recusa-se ir para o salão de festa sem antes passar pela senzala.

9. O santo usa as Escrituras para revelar o amor gracioso de Deus pelos pecadores, o legalista usa a Bíblia para justificar a sessão de apedrejamento do que pecou.

10. O santo surpreende-se com a doçura da graça de Deus, o legalista espanta-se com a estreiteza do caminho que leva ao céu.

11. O santo é bom e justo, já o legalista costuma ser apenas justo. Em suma, o santo é justo, o legalista é justiceiro.

12. As crianças adoram a companhia do santo, o legalista as espanta.

13. O santo não se sente livre para ser mau porque Deus é bom, o legalista tende a ser tão mau quanto o seu Deus.

14. O santo tem sempre alguém na vida com quem pode falar sobre suas fragilidades morais, o legalista procura ocultá-las até de si mesmo.

15. O santo encontrou na vida um Deus amável a quem cultua em amor, o legalista encontrou na vida um justiceiro celestial a quem cultua de olhos secos.

16. O santo é progressista, o legalista é conservador. O santo conserva o que ainda é útil, santo e bom; o legalista conserva o que é relativo, temporal e anacrônico. O santo lê Nietzsche, Foucault e Freud, e retém o que é bom, encontrando ouro no meio do lamaçal; já o legalista lê as mesmas pessoas sempre, mantendo uma vida intelectual antisséptica, que o priva de aprender com quem, embora não ofereça boas respostas, faz boas perguntas.

17. O santo celebra a vida, o legalista só se sente bem quando está mal.

18. O santo não busca uma santificação que o desnaturalize, o legalista tenta viver como anjo

19. O santo surpreende-se com a condescendência divina em face da sua fraqueza moral, o legalista não entende como não é mais abençoado em face do seu desempenho ético.

20. O santo se relaciona com Deus através de Cristo, o legalista se relaciona apenas com Deus. Por isso, o santo encontra o Pai, o legalista o Diabo.

Transcrito do Blog: Genizah Virtual


<< Recentes 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 Anteriores >>

Crônicas da Vida
Pastorais e Estudos
Eventos
Comunicações
Utilidade Pública
Humor
Reportagens
Mulher
Pesquisas & Estatisticas
Avivamento
Pedido de Oração
Datas Celebrativas
Fotos
Clips
Livros - Indicação
Missões
Ilustrações
Áudios de Mensagens
Oportunidades de Negócios


Facebook

Visitantes: 407783
Visitantes Online: 4
© Blog do Pastor - 2007 desenvolvido por