Fonte Maior Fonte Padrão Fonte Menor
03 Jan 2008
Fundador da Renascer deixa cadeia nos Estados Unidos
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Reportagens, Missões

O fundador da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, Estevam Hernandes, deixou a cadeia nos Estados Unidos. A assessoria da igreja no Brasil informou nesta quarta-feira (2) que a saída ocorreu no sábado (29), mas segundo o "Bureau of Prisons", que possui informação sobre os presídios norte-americanos, Estevam teria deixado a prisão na sexta-feira (28).

Segundo a assessoria da Renascer, Estevam foi liberado após cumprir o período de pena determinado pela Justiça. Ele chegou inclusive a celebrar o culto da virada em sua residência na Flórida ao lado de alguns seguidores.


Estevam e Sônia celebrando o culto da virada via satélite (Foto: iGospel)

O culto foi transmitido, via satélite, para cerca de cinco mil seguidores que ouviram as palavras do apóstolo (como é conhecido) por um telão instalado na sede da Renascer na Avenida Lins de Vasconcelos, na Zona Sul de São Paulo. A celebração terminou às 2h desta quarta.

Estevam Hernandes estava preso desde o início de agosto de 2007 após o juiz Federico Moreno do Tribunal Federal do Sul da Flórida decidir que ele e sua mulher, Sônia Hernandes, deveriam cumprir cerca de cinco meses de prisão em regime fechado e mais cinco meses de prisão domiciliar nos Estados Unidos.

A pena foi imposta para ser cumprida de forma intercalada. No dia 20 de agosto, Estevam seguiu para a prisão, enquanto Sônia começava a cumprir prisão domiciliar. No sábado (29), Estevam foi liberado e a bispa deve seguir para o regime fechado no próximo dia 21 de janeiro. A razão dessa sentença seria manter pelo menos um deles em casa para cuidar dos filhos. A assessoria da Renascer, informou porém que o dia 21 de janeiro ainda não foi confirmado pela Justiça como data em que a bispa deverá seguir para a prisão.

Além da prisão, Estevam e Sônia Hernandes pagaram, cada um, multa de US$ 30 mil à Justiça americana. Eles terão ainda que cumprir dois anos de liberdade vigiada contados a partir da data da divulgação da sentença do juiz americano, dia 17 de agosto. Por causa dessa decisão, eles só poderão sair dos EUA com autorização judicial.

Fonte: Portal "O Verbo"


03 Jan 2008
Será inaugurada na China a maior fábrica de Bíblias do mundo
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Reportagens


Bíblia chinesa, indústria aquecida

A China é oficialmente um país ateu.
Pois é na China que será inaugurada a maior gráfica de Bíblias do mundo.

Joint venture entre a cristãos chineses e a United Bible Societes, do Reino Unido, a indústria, chamada Amity Printing, já funciona na China com 600 funcionários (a maioria não-cristãos) e produz 800 mil Bíblias por mês. Cerca de 80% desses livros são distribuídos dentro do próprio país, mas a produção visa também mercados como EUA e Europa. Há versões em 90 línguas, do eslovaco ao suaíli, informa a agência alemã DPA.

Em maio, o grupo vai inaugurar na China uma gráfica ainda maior, capaz de imprimir 1 milhão de Bíblias por mês, e a expectativa é que a indústria seja responsável por 25% das Bíblias vendidas no mundo a partir de 2009. A unidade estará na mesma área em que já se encontram fábricas como a Ford e a Motorola.

Segundo a DPA, os funcionários da Amity Printing fazem questão de dizer que, embora não sejam religiosos, estão felizes com o trabalho. "Eu não acredito em Deus, mas prefiro trabalhar para patrões cristãos do que para patrões de Taiwan ou japoneses. Eles são pessoas bacanas conosco", afirmou um deles. Outro declarou: "Trabalho aqui pelo salário, não por causa das minhas crenças. Eu imprimo Bíblias, mas não tenho tempo para lê-las, nem interesse."

Fonte: Blogs de "O Estadão.com.br"

 


02 Jan 2008
Cansaço freqüente acompanha 85% das mulheres
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Reportagens, Mulher, Pesquisas & Estatisticas


Mulher moderna não dorme o suficiente e come mal 

Uma pesquisa realizada na Grã-Bretanha apontou o cansaço freqüente como o maior sintoma do estilo de vida frenético da mulher moderna.

A sondagem, realizada com 2 mil mulheres com idade média de 35 anos, mostrou que 85% delas se sentem freqüentemente cansadas, enquanto 59% disseram que o cansaço as acompanha "o tempo inteiro".

A luta diária para conseguir conciliar os afazeres domésticos, educação dos filhos e a ambição profissional está fazendo com que mulheres entre os 30 e 40 anos atravessem a "década mais difícil de suas vidas", sugere o estudo.

O estudo, encomendado pela revista Top Sante, mostrou que parte do cansaço pode ser explicado por poucas horas de sono e uma dieta alimentar precária.

Comer rápido

Cecra de 75% das mulheres disseram "ter sorte" quando conseguem dormir seis horas por noite, enquanto 40% admitiram dormir sempre menos do que isso.

Os resultados também não foram animadores quanto ao regime alimentar das pesquisadas, com 78% das mulheres dizendo que não têm tempo de comer de forma adequada. Para elas, a solução é fazer lanches e comer rápido durante trajetos de um lugar para o outro.

Isto poderia explicar, segundo a pesquisa, por que mais da metade delas (56%) está acima do peso. Tomar o café da manhã é prioridade para apenas 8% das voluntárias, das quais 81% admitem se sentir mal-humoradas durante o dia e reclamam de falta de concentração.

Para a editora da revista, Marina Crook, o estudo revela "os males de um estilo de vida frenético".

"Refeições em família já deixaram de ser a norma, principalmente durante a semana. As mulheres devem encontrar tempo para relaxar e comer bem. Do contrário, ao chegarem aos 50 ou 60, quando terão mais tempo para curtir a vida, vão ter de se preocupar com a saúde", alerta Crook.

O estudo mostrou, no entanto, que as mulheres estão conscientes do mal que podem estar fazendo a si mesmas.

Para 92% delas, a falta de sono está afetando seu sistema imunológico, seguido por estresse (82%) e dieta alimentar desregulada (65%).

Fonte: BBC Brasil.com

 


02 Jan 2008
Mulheres que deixam religião têm mais risco de alcoolismo, diz pesquisa
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Reportagens, Mulher, Pesquisas & Estatisticas


As mulheres sofreriam mais, ao se afastarem da igreja

Mulheres que abandonam suas atividades religiosas têm três vezes mais chances de sofrer de ansiedade, depressão e alcoolismo, segundo um estudo conduzido por pesquisadores americanos.

Os especialistas, da Universidade de Temple, na Filadélfia, analisaram 718 adultos e concluíram que entre as mulheres que haviam deixado de freqüentar a igreja, 21% apresentaram sintomas de ansiedade, depressão e problemas relacionados ao excesso de bebidas alcoólicas.

O mesmo, no entanto, não foi observado entre os homens. O trabalho, publicado na revista especializada Social Psychiatry and Psychiatric Epidemiology, apontou que os homens que deixaram de praticar sua fé tinham menos chances de sofrer de depressão do que os que compareciam à igreja regularmente.

Para a coordenadora do estudo, Joanna Maselko, as mulheres sofrem mais ao se afastarem da religião porque também têm mais chances de perder amigos e se afastar da “rede social da igreja”.

“As mulheres são normalmente mais integradas às redes sociais de suas comunidades religiosas. Quando deixam de ir à igreja, perdem o acesso a esta rede e todos seus benefícios potenciais”, observa Maselko.

Já os homens, afirma Maselko, “não parecem ser tão integrados à comunidade religiosa, portanto não sofrem com as possíveis conseqüências se abandonam a igreja”.

Para a coordenadora do trabalho, é possível "ter um melhor entendimento da relação entre saúde e espiritualidade quando conhece a história religiosa de uma pessoa”.

Fonte: BBC Brasil.com

 


02 Jan 2008
Cidade dos EUA recusa utilizar prefixo telefônico 666
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Reportagens

Uma cidade no Estado americano da Louisiana recebeu permissão para mudar seu prefixo de telefone para que seus moradores possam evitar um número que muitos associam com o demônio. Cristãos de Reeves reclamam desde meados da década de 60 de terem recebido o número 666.

(Fonte: Último Segundo) - A cidade tem menos de 500 habitantes e fica no chamado Cinturão Bíblico, na região sudeste dos Estados Unidos. Em Reeves há três igrejas e seu prefeito, Scott Walker, diz que se trata de "uma comunidade muito religiosa".

Nos próximos três meses, os moradores poderão optar pela mudança dos primeiros três números de seu telefone para 749. Walker disse que a decisão da companhia telefônica CenturyTel se deveu a uma "intervenção divina", embora tenha admitido que os dois senadores da Louisiana ajudaram a pressionar a empresa e a Comissão de Serviços Públicos.

A referência ao número 666 vem do Livro do Apocalipse, da Bíblia. Muitos estudiosos acreditam que ele estaria relacionado um imperador romano da época em que o Livro foi escrito - Nero ou Diocleciano. Ambos são responsáveis pela morte de muitos cristãos.

Fonte: Portal "O Verbo"


<< Recentes 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 Anteriores >>

Crônicas da Vida
Pastorais e Estudos
Eventos
Comunicações
Utilidade Pública
Humor
Reportagens
Mulher
Pesquisas & Estatisticas
Avivamento
Pedido de Oração
Datas Celebrativas
Fotos
Clips
Livros - Indicação
Missões
Ilustrações
Áudios de Mensagens
Oportunidades de Negócios


Facebook

Visitantes: 391317
Visitantes Online: 2
© Blog do Pastor - 2007 desenvolvido por