Fonte Maior Fonte Padrão Fonte Menor
20 Set 2007
A Oração de Jabez
1 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Pastorais e Estudos

Por: (*) Edemar Vitorino

 Como dar uma virada radical na sua vida e tornar-se um Vencedor!

“Foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos; sua mãe chamou-lhe Jabez, dizendo: Porque com dores o dei à luz.

Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh! Que me abençoes e me alargues as fronteiras, que seja comigo a tua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido.

...estes, registrados por seus nomes, foram príncipes nas suas famílias; e as famílias de seus pais se multiplicaram abundantemente.”
I Crônicas 4:9-10; 38
 

 INTRODUÇÃO

         Há situações na vida - de sofrimento, dor, provações - que parecem ser definitivas... São quadros que parecem que nunca vão mudar...

         As reações das pessoas diferem nestas situações. Há aqueles que se acomodam, suportando o pesado fardo; outros além de suportar, ainda realimentam o sofrimento! Mas há também aqueles que reagem!

        A Bíblia fala de um homem que nasceu marcado pela dor, e fadado a sofrer, que não se acomodou. Através da fé em Deus, e por meio da oração, Deu uma virada radical na sua vida... Seu nome é JABEZ!

I) QUEM ERA “JABEZ”

Da tribo de Judá.

Significado do seu nome = "SOFRIMENTO" - porque foi gerado com muitas dores...

Tinha outros irmãos.

Naqueles tempos ao se dar nome a um recém-nascido, não se escolhia simplesmente o nome mais bonito, procurava-se um sentido, um significado para o nome que se ia dar... Assim, os nomes próprios tinham significado, e de um modo geral todos conheciam os significados dos nomes uns dos outros.  De tal forma isto estava entranhado na cultura daquele tempo que, ao se pronunciar o nome de alguém, estava vivo na memória o significado daquele nome. Desta forma, Jabez tinha a triste sina de ter que carregar consigo a marca do sofrimento, durante toda a sua vida, e por onde quer que fosse.

II) JABEZ DEU UMA VIRADA RADICAL NA SUA VIDA

1. Creu no Deus Vivo e Verdadeiro;

2. Invocou a Deus;

3. Reconheceu a sua necessidade, e que somente através da bênção de Deus a sua vida poderia mudar;

      Pediu a Deus que o abençoasse:  "Oh! Que me abençoes"!

4. Ele orou por sí próprio! Fez uma oração sincera, cheia de fé!

      Ele não foi procurar ninguém para orar por ele, ou profetizar sobre a sua vida. Ele mesmo orou pelo seu próprio problema! Você pode fazer o mesmo hoje! Você pode e deve falar diretamente com Deus em oração. Antes de pedir a outras pessoas que o auxiliem em oração, seja você o primeiro a orar pelo seu problema!

III) OS TRÊS PEDIDOS QUE JABEZ FEZ A DEUS

1. QUE ME ALARGUES AS FRONTEIRAS

    Jabez demonstra que não está disposto a ficar preso à preconceitos, medos, amarras, limites; confia que, com a bênção de Deus, poderá avançar, sair do seu "mundinho" para ser um desbravador, conquistador, empreendedor, e ir além das fronteiras do seu país, partir para conquistar o mundo!

    Jabez foi sábio. Ele não se aventurou a nem se arriscou a tentar dar a grande virada da sua vida sozinho... Ele se lembrou do Deus de Israel, e não hesitou em buscar em Deus a bênção para a sua vida!

2. QUE SEJA COMIGO A TUA MÃO

    Um hino dos antigos hinários evangélicos muito entoado no passado diz assim:

    "Com Tua mão, segura bem a minha

    Pois eu tão frágil sou, ó Salvador...

    Que não me atrevo, a dar jamais um passo,

    Sem Teu amparo, Cristo Meu Senhor!"

    Jabez buscou a proteção divina para o seu caminhar. A poderosa "Mão de Deus" traz unção, abrigo, proteção, e abre portas...

3. QUE ME LIVRES DO MAL

Não é sábio subestimar os perigos que existem ao redor...

O mal existe!

O Tentador existe, e vive ao nosso derredor, rugindo como Leão, querendo nos tragar!

E há também pessoas más pelo caminho, infelizmente!

Ao reconhecer o perigo ao redor devemos reconhecer ainda mais o quanto dependemos de Deus para nos proteger e guardar. Jabez foi muito sábio!

CONCLUSÃO

    Deus concedeu a Jabez tudo o que ele pediu em oração!

    Ele foi PRÍNCIPE entre os seus irmãos (v.38)

    Jabez foi feliz!

    Jabez deu um basta ao sofrimento ! Mandou fóra o mal, a derrota e o fracasso!

    Através da sua fé em Deus, e, a partir de uma oração, Jabez deu uma virada radical na sua vida!

    Aprendemos com a história de Jabez...

1. Que não devemos aceitar e nos conformar a situações de sofrimento, dor e miséria. Podemos e devemos mudar a nossa sorte, através da fé em Deus, e por meio da oração;

2. Que devemos reconhecer que necessitamos da bênção de Deus para a nossa vida, e nos dirigir diretamente a Ele, suplicando: "Oh! Que me abençoes"!

3. Que devemos lançar fora todo medo e "amarras", ter espírito de luta e de conquista, e estar dispostos a ir além, ultrapassar barreiras, romper fronteiras... Podemos e devemos pedir isto a Deus!

4. Que não podemos nos aventurar a dar nenhum só passo sem a direção de Deus. Devemos orar diariamente: "Que seja comigo a Tua mão"!

5. E que devemos ser cautelosos, prudentes, vigilantes, para não cairmos nas astutas ciladas de Satanás. Devemos orar sempre "Que me livres do mal"!

Você pode hoje dar uma virada radical na sua vida também! Faça como Jabez, reconheça hoje a sua necessidade, invoque o "Deus de Israel", e faça o seu pedido em oração, de forma simples, objetiva, direta. Assim como Deus ouviu e atendeu a JABEZ, Ele também atenderá ao clamor do seu coração.

 

(*) Edemar Vitorino - é pastor evangélico, escritor,  conferencista ... Saiba mais...


20 Set 2007
A Graça de Deus
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Pastorais e Estudos

Por: (*) Edemar Vitorino

( Salmo 63:3-4 - Efésios 2:8 )

INTRODUÇÃO

MESMO SENDO FALHOS E IMPERFEITOS DEUS NOS AMA E USA DE BONDADE E DE MISERICÓRDIA PARA CONOSCO.

É A GRAÇA DE DEUS OPERANDO A NOSSO FAVOR...
QUAL O SIGNIFICADO DE "GRAÇA DE DEUS"?
R = FAVOR IMERECIDO!

I - OS PACTOS DE DEUS COM O HOMEM

O SER HUMANO NUNCA PODERÁ FRUIR NADA DE DEUS COMO BEM-AVENTURANÇA E RECOMPENSA, SENÃO POR ALGUMA VOLUNTÁRIA CONDESCENDÊNCIA DA PARTE DE DEUS, A QUAL FOI ELE SERVIDO SIGNIFICAR POR MEIO DE UM PACTO.

1o. PACTO - DE OBRAS
O primeiro pacto feito com o homem era um pacto de obras;
nesse pacto foi a vida prometida a Adão e nele à sua posteridade, sob a condição de perfeita obediência pessoal.

2o. PACTO - DA GRAÇA
O homem, tendo-se tornado, pela sua queda, incapaz de vida pelo pacto de obras, o Senhor designou-se fazer um segundo pacto, geralmente chamado o PACTO DA GRAÇA; nesse pacto Ele livremente oferece aos pecadores a vida e a salvação por meio de Jesus Cristo, exigindo deles fé n´Ele para que sejam salvos; e prometendo dar a todos os que estão ordenados para a vida o seu Santo Espírito, para dispô-los e habilitá-los a crer.

II - COMPREENDENDO MELHOR A GRAÇA DE DEUS
1. A GRAÇA DE DEUS é a disposição de Deus de abençoar os homens, mesmo não sendo estes merecedores
2. A GRAÇA DE DEUS é a bondade de Deus manifesta aos homens;
3. A GRAÇA DE DEUS é vida dada GRACIOSAMENTE ao que n´Êle crê.

III - COMO DEUS ENVIOU E REVELOU A SUA GRAÇA A NÓS
João 1:17 - "a graça e a verdade vieram por meio de Jesus..."
João 1:14 "Jesus habitou entre nós cheio de graça e de bondade..."
Tiago 4:6 "Deus despreza os soberbos, mas dá graça aos humildes."
Noé - Achou graça diante do Senhor ... Gn 6:8
Davi - "caiu" na graça de Deus... I Sm 16:22
E AGORA A GRAÇA SE ESTENDE A TODOS OS HOMENS
"Porque o Senhor é Sol e Escudo; o Senhor dá graça e glória... nenhum bem sonega aos que andam retamente."

IV - MESMO OS MAIS PECADORES PODEM SER ALCANÇADOS PELA GRAÇA DE DEUS
Rm 5:20 "Onde abundou o pecado, superabundou a graça..."
Ef 2:8 "Pela graça sois salvos..."
Se você crê, "...O Senhor Deus te coroa de graça e de misericórdia..."

V - QUAL DEVE SER A NOSSA ATITUDE DIANTE DO CONHECIMENTO QUE AGORA TEMOS DA GRAÇA DE DEUS?
"Acheguemo-nos confiadamente junto ao trono da graça..."
Hebreus 4:16
ACHEGUE-SE HOJE, AGORA MESMO!

VI - OS BENEFÍCIOS DA GRAÇA DE DEUS:
1. SALVAÇÃO "Pela graça sois salvos..." - Ef 2:8
2. VIDA "A tua graça é melhor do que a vida." - SL 63:3
3. REINAR EM VIDA
"Os que recebem a abundância da graça, e o dom da justiça, reinarão em vida por meio de um só, a saber, JESUS CRISTO."
Romanos 5:17
4. VITÓRIA - "A graça de Deus nos dá a vitória." - I Cor 15:57

VII - E OS QUE JÁ RECEBERAM A GRAÇA, O QUE DEVEM FAZER?
R= Reter a Graça! "retenhamos a graça..." - Hb 12:28.

CONCLUSÃO

A GRAÇA DE DEUS traz motivação, alegria de viver.
"Porque a tua graça é melhor do que a vida; os meus lábios te louvam... Assim cumpre-me bendizer-te, enquanto eu viver; em teu nome levanto as mãos." - Salmo 63:3,4
"Bendito seja Deus, que não me rejeita a oração, nem aparta de mim a sua graça." - Salmo 66:20

  - Assista apresentação desta mensagem ampliada, em formato Power Point.

Leia também: Maravilhosa Graça!

(*) Edemar Vitorino - é pastor evangélico, escritor,  conferencista ... Saiba mais...

 


20 Set 2007
Salmo 23
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Pastorais e Estudos

Análise do Salmo "O Senhor é o meu Pastor"

Quando Deus é o Seu Pastor...  ( Tese e Antítese )

Por: (*) Edemar Vitorino

INTRODUÇÃO  

            Em seu mais belo cântico de confiança Davi retrata o Senhor como o grande Pastor que provê as necessidades de Suas ovelhas e as protege (vv.1-4) e como o Hospedeiro bondoso que protege e provê abundantemente em favor de Seus hóspedes (vv. 5-6).   

            Aí do homem que não tem a Deus por Pastor, a sua vida é exatamente o oposto disto. Vive necessitado, sem proteção, sem abrigo, totalmente vulnerável às investidas do inimigo...  O seu canto é um canto de dor e de lamento, o seu “salmo” é a “antítese” do Salmo 23, é mais ou menos assim...   

I - QUANDO DEUS NÃO É O SEU PASTOR (Antítese do Salmo 23): 

1. O Senhor não é o meu pastor, tudo me faltará!

2. Não terei quem me guie a pastos verdejantes, nem quem me leve para junto das águas de descanso, logo, viverei faminto e angustiado em minh´alma porque não terei como saciar a minha fome e nem a minha sede!

3. Minh´alma não terá refrigério. Andarei por caminhos de injustiça e não terei quem abrace a minha causa!

4. Andarei sem cessar pelo vale da sombra da morte, cheio de pavor e medo, estarei totalmente vulnerável e não terei nenhum defensor e nem nada que me console!

5. Não terei nenhuma chance de reconciliação e de entendimento com os meus adversários, não haverá unção sobre mim e eu sentirei sempre um vazio em meu interior!

6. Maldade e impiedade me seguirão todos os dias da minha vida; e viverei em um inferno de dor e sofrimento para todo o sempre!

 

Agora, veja a diferença! Veja que bênção é ter a Deus por seu Pastor...

 

II - QUANDO DEUS É O SEU PASTOR (Tese - Salmo 23) 

1. O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.

            A figura do “pastor” retrata o Senhor como Guia, Protetor e Companheiro constante (Vide Gênesis 48:15; Isaías 49:10 e Jeremias 31:9-10). 

2. Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso;
    “águas de descanso” - pequenas lagoas onde as ovelhas podiam encontrar refrigério e repouso. 

3. refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.
     “refrigera-me” - Em Deus a alma se aquieta, se acalma, refrigera-se...
     “veredas de justiça” - A direção oferecida por Deus sempre é em veredas... caminhos retos ! De acertos! 

4. Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo: a tua vara e o teu cajado me consolam.
     “vale da sombra da morte” - o perigo está sempre ao redor, porém maior é a proteção do Senhor! Não há o que temer!
     “tua vara e o teu cajado me consolam” - o pastor protege suas ovelhas com a vara (usada para enfrentar e afugentar animais ferozes), e orienta as que se desviam com o seu cajado. 

5. Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice transborda.
      “preparas-me uma mesa...” - a mesa é lugar de comunhão, de reconciliação - a mesa aproxima as pessoas e oferece uma oportunidade de entendimento...
      “unges-me a cabeça com óleo...” - Ungir o hóspede durante um banquete era uma prova de cortesia. Deus cuidará sempre para que você esteja bem! 

6. Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor para todo o sempre.
      “me seguirão todos os dias... ” - Quando Deus é o Seu Pastor, você não é um hópede ocasional, e sim o receptor do firme amor pactual de Deus!
      “misericórdia” - a palavra hebraica é “hesed”, usada cerca de 250 vezes no A.T., e traduzida na ARA principalmente por “misericórdia” (em outras vezes por benignidade). Significa: amor leal, firme e fiel, e enfatiza a posse mútua de duas pessoas envolvidas num relacionamento de amor.
      “...para todo o sempre” - Isto é, eternamente! Aqui e na vida futura com o Senhor, sempre você estará debaixo do seu amor e cuidados especiais!

 

CONCLUSÃO

            Renuncie hoje a vida de pecado, disponha-se a estar debaixo do amor, proteção e cuidados do Bom Pastor!

            O Senhor quer ser o Seu pastor. Ele está agora batendo à porta do seu coração como está escrito: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo” (Apocalipse 3:20). Abra hoje a porta do seu coração e convide o Senhor a entrar... Ele vai te guiar, dar direção e um novo rumo a sua vida. Você descobrirá o que é viver realmente a vida!

            Se você esta tomando esta decisão, repita agora em voz alta a seguinte oração: “Eu (,,,, fale o seu nome...) renuncio a todo o pecado, pacto ou aliança anteriormente firmados,  e convido a Ti, Senhor Jesus, a entrar no meu coração! Eu entrego a minha vida a Ti! Declaro que, a partir de hoje, Tú És o meu único Deus, Senhor e Salvador! Viverei doravante única e exclusivamente sob a Tua direção, debaixo do Teu amor e cuidados. Em nome de Jesus Cristo, meu Único Salvador, amém!

            Procure adquirir uma Bíblia - leia a Palavra de Deus diariamente.

             Procure uma Igreja evangélica mais próxima da sua residência e participe das reuniões.

(*) Edemar Vitorino - é pastor evangélico, escritor,  conferencista ... Saiba mais...

 


20 Set 2007
O Significado de SHEKINAH
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Pastorais e Estudos

Por: (*) Edemar Vitorino

Costumo definir sinteticamente SHEKINAH como: "a glória de Deus manifesta"!

O vocábulo "shekinah" não aparece na Bíblia, é uma transliteração da raiz hebraica "shkn" = habitar. Este termo "shkn" é muito usado pelos TARGUMITAS e RABIS e adotado pelos cristãos. Refere-se à glória visível de Deus habitando no meio do seu povo. Usa-se este vocábulo para designar a presença radiante de Deus, como vista na coluna de fogo, no Monte Sinai, no Propiciatório entre os querubins, no Tabernáculo, no Templo, etc. Embora a palavra "shekinah" não apareça na Bíblia, há alusões à glória de Deus ("shekinah") em diversas passagens.

A seguir, transcrevo alguns comentários 1) J. B. Payne - Encliclopedia Histórico - Teológica da Igreja Cristã - Editor Walter A. Elwell - Sociedade Religiosa Edições Vida Nova. 2) Dicionário Bíblico Vida nova - Derek Williams, ed. 1) "SHEKINAH - A manifestação visível da glória de Deus. Embora as escrituras neguem a existência de qualquer localidade permanente para Deus, descrevem, simultaneamente com a Sua transcedência, a Sua "glória", ou presença apreensível. A glória pode ser expressada no "rosto" de Deus, no Seu "nome" (Ex 33.18-20), no "Anjo" - os aparecimentos pré-encarnados de Cristo - ou na "nuvem" (Ex 14.19). A Shekinah diz respeito à nuvem que cercava a glória (Ex 40.34), parecia uma nuvem pesada através da qual chispam os relâmpagos (Êx 19.9,16).

A Shekinah apareceu pela primeira vez quando Deus conduziu Israel para fora do Egito e o protegeu por meio de "uma coluna de nuvem e de fogo" (13.21; 14.19). A nuvem vindicou Moisés contra os "murmuradores" (16.10; Nm 16.42) e cobriu o Sinai (Ex 24.16) enquanto ele se comunicava ali com Deus (v.18; cf. 33.9). Deus "habitava ( sakan, 25.8) no meio de Israel no tabernáculo (miskan, "lugar de habitação", v.9; cf. 1 Rs 8.13), que tipificava a Sua morada no céu (1 Rs 8.30; Hb 9.24). A nuvem encheu o tabernáculo (Êx 40.34-35; cf. Rm 9.4); e o uso pós-bíblico, portanto, designou essa manifestação permanente e visível como "shekinah", "habitação" [da presença de Deus]". Pouco depois, em duas ocasiões, "saiu fogo (consumidor) de diante do SENHOR" (Lv9.23; 10.2). Especificamente, Deus apareceu "na nuvem sobre o propiciatório que está sobre a arca" (Lv 16.2; Ex 25.22; cf. Hb 9.5).

A Shekinah conduziu Israel através do deserto (Ex 40.36-38); e, embora a perda da arca importasse em "Icabode [nenhuma glória]" (1 Sm 4.21), a nuvem voltou a encher o Templo de Salomão ( 1 Rs 8.11; cf. 2 Cr 7.1). Ezequiel visualizou sua partida por causa do pecado (Ez 10.18) antes da destruição desse templo, e o judaísmo confessava a ausência dela do segundo templo. A Shekinah reapareceu com Cristo (Mt 17.5; Lc 2.9), o Deus verdadeiro localizado (Jo 1.14; skene, "tabernáculo"; cf. Ap 21.3, = sekîna?), a glória do último templo (Ag 2.9; Zc 2.5). Cristo subiu na nuvem da glória (At. 1.9) e, um dia, voltará dessa maneira (Mc 14.62; Ap. 14.14; cf. Is 24.3; 60.1)." - J. B. Payne - Encliclopédia Histórico - Teológica da Igreja Cristã - Editor Walter A. Elwell - Sociedade Religiosa Edições Vida Nova.

2) SHEKINAH. Esplendor, glória ou presença de Deus habitando no meio do seu povo e o equivalente judaico mais próximo do Espírito Santo. O termo é posterior à Bíblia, mas o conceito está no ensinamento de que Deus habita no meio do seu povo (Êx 29.45s.). A glória de Deus é vista em fenômenos como relâmpagos e nuvens no monte Sinai (Êx 19.16) e a nuvem brilhante que descia sobre a tenda da congregação e guiou Israel pelo deserto (Êx 40.34ss.) .A glória divina também está presente de modo especial no templo e na cidade celestiais (Ap 15.8; 21.23). Foi vista na transfiguração de Jesus (Lc 9.32) e será vista quando Jesus voltar à terra (Mc 8.38). - Transcrito do Dicionário Bíblico Vida nova - Derek Williams, ed.

Leitura adicional recomendada: A GLÓRIA DE DEUS - A SHEKINAH DE DEUS

Bibliografia:

B. Payne - Encliclopédia Histórico - Teológica da Igreja Cristã - Editor Walter A. Elwell - Sociedade Religiosa Edições Vida Nova.

Dicionário Bíblico Vida nova - Derek Williams, ed.

(*) Edemar Vitorino - é pastor evangélico, escritor,  conferencista ... Saiba mais...

 


19 Set 2007
Grupos Familiares
0 Comentários - Comentar  ::  Categoria: Pastorais e Estudos, Missões

Publicado Por: (*) Edemar Vitorino

A Melhor Estratégia de Evangelização para Metrópoles!
O Melhor método de evangelismo para os dias atuais!

"E todos os dias, no templo e de casa em casa, não cessavam de ensinar e de pregar Jesus, o Cristo." - Atos 5:42

Como já vimos anteriormente, é muito difícil a penetração da igreja nos lares de estranhos para a pregação do evangelho. O milagre, porém, pode acontecer, e, de repente, poderão se abrir dezenas de casas e centenas de caminhos novos e livres para o acesso da igreja. E acontecerá de maneira suave, tranqüila, sem alardes, sem a necessidade de muito marketing, e com custo quase zero para a igreja. Rapidamente, as muralhas que separam a igreja do povo ao redor cairão por terra, a igreja sairá das quatro paredes e em pouco tempo estará fazendo missões urbanas.

É a estratégia dos Grupos Familiares. Se apenas 20% dos membros da igreja se dispuserem a pagar o preço, o plano estará viabilizado. Para uma igreja de 150 membros, o rol seria dividido em 30 grupos de 5 membros, o que corrresponde a 20% do rol. Para uma igreja de 200, 40 grupos. E, assim sucessivamente. Basta que um quinto dos membros da igreja resolvam abrir as portas das suas casas, e o milagre da multiplicação acontecerá na igreja. Haverá um processo de crescimento que não terá mais fim. O método é infalível, imbatível. É bíblico.

Vamos agora fazer modestas projeções estatísticas, você se surpreenderá! Por exemplo, trabalhemos com os dados de uma igreja de 200 membros. Se os grupos se reunirem no mesmo dia, em um só dia haverá 40 cultos! Se cada grupo contar com a presença de quatro outros irmãos da igreja, 200 irmãos estarão participando destes cultos. Se pelo menos 03 visitantes não evangélicos comparecerem à reunião do grupo, semanalmente 120 pessoas estarão sendo evangelizadas. As perspectivas de crescimento são imensuráveis, porque cada pessoa que se converte traz outras consigo. Está escrito: "Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e a tua casa" - Atos 16:31!

Os líderes de grupos serão devidamente orientados, treinados e verão que a liderança das reuniões é a coisa mais fácil do mundo! Em pouco tempo outros membros do grupo se habilitarão à direção. Alguns grupos crescerão rapidamente, e, ao atingirem o número de dez participantes, poderão ser desdobrados em dois, dando origem a um novo grupo. Para facilitar a comunicação e visando o bom funcionamento desta estratégia, poderão ser formados capítulos ou distritos por áreas geográficas, de oito ou dez grupos cada, sob a supervisão de um líder distrital.

Tem muita gente simpática à idéia de grupos familiares, que não apoia por não possuir o dom de pregar. Não é preciso. Qualquer pessoa alfabetizada estará habilitada a dirigir um grupo. As lições serão sempre distribuidas antecipadamente, com tempo suficiente para o estudo individual. Na reunião do grupo, o líder fará apenas os comentários conclusivos (que poderão ser lidos), dará as respostas (para dissipação de dúvidas) que terá recebido do líder distrital, e coordenará a reunião, cujo programa poderá ser: - um ou dois cânticos; leitura dos comentários conclusivos da lição; fornecimento de respostas; breves opiniões dos presentes; recolhimento de pedidos de orações; orações intercessórias; e a distribuição da lição seguinte.

Para atrair os vizinhos há muitas formas, além, é claro, do convite direto. Uma boa idéia é criar um formulário de Pedido de Oração, distribuir aos vizinhos para que preencham com os seus pedidos. Meia hora antes da reunião, alguém passa para recolher os pedidos e aproveita para convidar a pessoa para a reunião, a fim de conhecer aqueles que estão orando por sua vida.

Periodicamente os líderes de capítulos poderão promover festas, passeios e outras atividades entre os membros e participantes dos grupos da sua área de jurisdição, para propiciar maior comunhão.

O método de Grupos Familiares é bíblico. O Senhor Jesus treinou os seus discípulos, deu as orientações necessárias, e os enviou de casa-em-casa ( Lucas 9:1-6 ). Posteriormente, enviou outros 70 discípulos também de casa-em-casa ( Lucas 10:1-10 ), os quais regressaram "possuídos de alegria, dizendo: Senhor, os próprios demônios se nos submetem pelo teu nome!" - Lc 10:17. Qual o propósito do Senhor Jesus ao enviá-los? O prosseguimento da obra e a expansão do seu reino por todo o mundo.

A igreja apostólica se expandiu rapidamente pregando o evangelho publicamente e de casa-em-casa. "Partiam o pão de casa-em-casa..." Atos 2:46; "de casa-em-casa não cessavam de ensinar..." Atos 5:42; "publicamente e também de casa-em-casa." -Atos 20:20. Por dois anos Paulo pregava o evangelho dentro da sua própria casa - Atos 28:30-31; a igreja na casa de Lídia (Atos 16:40); a igreja na casa de Priscila e Áqüila (Romanos 16:3-5); a igreja na casa de Filemon (Filemon 2).

Sobre grupos familiares, vale a pena ler o Livro "Grupos Familiares e o Crescimento da Igreja", de Paul Yonggi Cho, publicado pela Editora VIDA, o qual narra em detalhes como se deu a plantação e o crescimento da Igreja Central do Evangelho Pleno em Seul, na Coréia. Esta igreja em 1961 tinha apenas 600 membros; após a implantação dos grupos familiares disparou a crescer, e não mais parou. Em 1992, na 10a edição do livro, que serviu para a minha consulta, esta igreja já ultrapassava a soma de 150.000 membros.

O Pastor Paul Yonggi Cho fez escola. Outras igrejas da Coréia adotaram o método e também dispararam a crescer. A Coréia do Sul é hoje um país com maioria evangélica, e possue as maiores igrejas do mundo. A maior igreja presbiteriana do mundo, e também a metodista estão situadas na Coréia do Sul.

Nas folhas 84 a 86 do seu livro, o Pastor Paul Yonggi Cho conta que certa feita foi ministrar no Japão sobre o crescimento da igreja e os japoneses ficaram céticos quanto a esta possibilidade para aquele país. Paul, mesmo sabendo do alto grau de rejeição dos japoneses pelos coreanos, escolheu uma senhora bem treinada da sua igreja e a enviou ao Japão com o desafio de plantar uma igreja e atingir 200 membros no primeiro ano, e fazê-la crescer para 1.000 membros. Já no primeiro ano esta missionária ultrapassou o alvo chegando a 250 membros. Para o ano seguinte seu alvo já era 500 membros!

Nestes tempos de metrópoles, não há método melhor para missões urbanas do que o sistema de grupos familiares. Ao redor da casa de cada membro da igreja há dezenas de famílias fechadas nas suas fortalezas que nunca atenderiam a um estranho. Contudo, você que é vizinho tem acesso a essas pessoas. Se insistir no convite elas irão à reunião do seu Grupo Familiar.

Uma forma de facilitar a aceitação do convite por parte dos convidados é servir um chá após as reuniões. Neste caso, as pessoas seriam convidadas para um "chá" seguido de breve momento de meditação. É uma estratégia boa. Funciona bem. A decisão de servir ou não o chá, ficará à critério de cada grupo, consoante entendimento prévio com o líder distrital

Os grupos familiares poderão ser fixos ou móveis. Com o desenvolvimento do programa, os líderes distritais perceberão isto, que determinados locais se mostram mais férteis, e poderá decidir pela fixação das reuniões do grupo nesses locais. Os líderes devem, contudo, perguntar sempre se alguém oferece a sua residência para hospedar a próxima reunião. Muitos visitantes solicitarão reuniões, e isto será ótimo, porque sempre que a reunião ocorrer em local diferente estarão aumentadas as chances de se alcançar outras pessoas, vizinhos e familiares do hospedeiro.

Obs.:  projeto aplicável em igrejas de todas as denominações:- históricas, ortodoxas ou conservadoras, e também igrejas pentecostais e neo-pentecostais.

+ Infs. sobre o trabalho com grupos pequenos...

(*) Edemar Vitorino - é pastor evangélico, escritor,  conferencista ... Saiba mais...

 


<< Recentes 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 Anteriores >>

Crônicas da Vida
Pastorais e Estudos
Eventos
Comunicações
Utilidade Pública
Humor
Reportagens
Mulher
Pesquisas & Estatisticas
Avivamento
Pedido de Oração
Datas Celebrativas
Fotos
Clips
Livros - Indicação
Missões
Ilustrações
Áudios de Mensagens
Oportunidades de Negócios


Facebook

Visitantes: 369461
Visitantes Online: 3
© Blog do Pastor - 2007 desenvolvido por